Uma Geografia. Uma Fotografia: Monte Popa Tour

Quando estava em Bagan, marquei – juntamente com os bascos – um tour até ao Monte Popa e na altura da partida, juntou-se a nós uma rapariga japonesa – Naomi – com quem seguimos viagem. Na travessia até ao nosso destino, parámos algumas vezes para o nosso motorista fazer recados e uma vez para comprar recuerdos – bebidas fermentadas e açúcar. A verdade é que o Monte Popa se revelou mais bonito e espetacular ao longe. Visto de perto, não passava de um conjunto de templos pouco interessantes no topo de um grande rochedo e “infestado” de macacos. Para além disso, o tempo encoberto e nublado também não ajudou à “festa”. No caminho de regresso, parámos para almoçar e esse foi possivelmente o melhor momento do tour, uma vez que por uma bagatela, comemos que nem reis. Para finalizar este Popa tourou talvez devesse dizer “Treta tour” fomos até à floresta de pedra e aí um “guia” que não falava inglês fez-nos uma visita, que se revelou o momento mais surreal e hilariante de Myanmar! O “guia” era um autêntico desastre e no final o que vimos, foi uma árvore que parecia ter a madeira fossilizada, tudo isto sem uma única explicação, como se tudo fosse obra do divino criador…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.