Kinpun e a Rocha Dourada de Kyaikhtiyo

O meu primeiro contacto com um nativo, revelou-se muito positivo, uma vez que o meu taxista se mostrou muito simpático e prestável, deixando-me quase a bordo do autocarro que estava de partida para Kinpun. 🙂 A viagem de cerca de quatro horas, mostrou-me um desfilar de imagens, qual um filme: vacas na estrada e os carros/autocarros a abrandar, a paisagem muito verde, as letras incompreensíveis, os múltiplos camiões, a passagem pela cidade de Bago (as estupas douradas, o som intenso das buzinas, o tráfego caótico…).

IMG_3219 (FILEminimizer)      IMG_3230 (FILEminimizer)

IMG_3235 (FILEminimizer)

Na chegada a Kyaikto um nativo que tinha acabado de entrar no autocarro, tentou avisar-me que aquela cidade era o fim da linha, que o autocarro não seguiria para Kinpun, mas que ele me transportaria. Como a situação me pareceu bizarra, não acreditei nele, continuei sentando até o autocarro parar no centro da cidade e todos os passageiros terem desembarcado. Nessa altura, o nativo voltou a aparecer e finalmente lá me conseguiu explicar que por ser época baixa o autocarro não ía até Kinpun, mas que ele me levaria de scotter sem me cobrar nada! Pois já estava a ser pago pela companhia de autocarros… primeira novidade made in Myanmar😀 Quando chegámos ao destino, ele deixou-me numa guesthouse e depois de negociar o preço do quarto, fiquei alojado num “cafunfinho” bastante simples e humilde. No resto do dia, explorei um pouco da aldeia e entrei pela primeira vez em contacto com os simpáticos habitantes. 🙂

IMG_3239 (FILEminimizer)      IMG_3247 (FILEminimizer)

IMG_3251 (FILEminimizer)      IMG_3260 (FILEminimizer)

No primeiro dia realmente a sério em Myanmar, acordei bastante cedo e às 7.00 já estava de partida para a rocha dourada. A caminhada, durou cerca de três horas e fez-se quase sempre em sentido ascendente. O tempo estava cinzento e encoberto, mas fresco e agradável, mas o melhor de tudo foi ter a oportunidade de passar pelo interior de múltiplas e minúsculas aldeias, e observar a simpatia deste povo! Espetacular e memorável: as crianças, as mulheres, os homens. 😀 Durante o caminho vi que muitas das crianças e mulheres põem na cara um produto esbranquiçado – tanaka – que provém das árvores e serve tanto de cosmético, como de protetor da pele; e observei a verde floresta em redor do trilho, as pequenas estupas e templos, os monges trajados de bordô.

IMG_3279 (FILEminimizer)      IMG_3293 (FILEminimizer)

IMG_3308 (FILEminimizer)      IMG_3311 (FILEminimizer)

IMG_3338 (FILEminimizer)

Quando cheguei ao complexo religioso de Kyaikhtiyo deparei-me com um nevoeiro bastante cerrado que cobria o topo da colina e para além disso tive de pagar a taxa turística imposta pelo governo, sem me conseguir esquivar – ainda houve uns momentos, que tive a esperança de ter “quebrado” o controlo. A minha visita ao local, ficou por isso marcada pela visão parcial da rocha dourada e pelas alterações constantes das nuvens em redor. De qualquer modo, o complexo religioso é agradável e a “pedra” que parece estar em equilíbrio precário é magnética. À medida que o tempo foi passando, a visibilidade melhorou consideravelmente e antes de me despedir, ainda consegui ter uma visão global do local bastante desafogada. 🙂 No regresso à aldeia de Kinpun optei por apanhar o autocarro, quer dizer… uma camioneta de caixa aberta com bancos corridos e apinhada de pessoas, fazendo por isso uma viagem distinta e singular. 😛 Estava, assim terminada a minha visita ao reino de Kyaikhtiyo e à sua rocha dourada.        

IMG_3365 (FILEminimizer)

IMG_3390 (FILEminimizer)      IMG_3399 (FILEminimizer)

IMG_3406 (FILEminimizer)      IMG_3416 (FILEminimizer)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s