Ilha de Apo. Rochedo no Oceano

Após aqueles dias de sonho em Sugar Beach, parti com a Nie Ying em direção à ilha de Apo e o nosso primeiro passo foi apanhar um barco de regresso a Sipalay. Depois da curta travessia marítima, apanhámos vários autocarros, o primeiro para Hinoba-an, seguidamente até Bayawan e finalmente para Zambuaguita, onde pouco depois das 15.00 e com muita sorte apanhámos uma banca. Durante a travessia, o mar estava um pouco agitado e os salpicos foram uma constante. 😛

IMG_0430 (FILEminimizer)     IMG_0433 (FILEminimizer)

Na chegada à ilha, a primeira visão da “praia” não foi muito paradisíaca, uma vez que para além da areia praticamente inexistente, se podiam ver muitas casitas. Ao longo dos dias, Apo revelou ser um rochedo no oceano, coberto de vegetação seca e onde a vida segue pacatamente o seu curso natural. Na ilha, a eletricidade apenas existe das 18.00 às 21.30, as noites foram escaldantes e ruidosas, fruto do cacarejar dos galos e dos latidos dos cães. 😛

IMG_1513 (FILEminimizer)     IMG_1524 (FILEminimizer)

IMG_1550 (FILEminimizer)

Na ilha ficámos alojados na Mario´s guesthouse num dormitório simpático, que aquando da nossa chegada estava praticamente deserto. Aí encontrámos boa comida e pessoas muito simpáticas: Janice (filipina de Puerto Princesa); Arnold (holandês de 70 anos com um espírito incrivelmente jovem); Richard e Jackie (casal de australianos); Julie e Mark (casal de alemães); Mário e Jed (instrutores de mergulho).

IMG_1556 (FILEminimizer)     IMG_1572 (FILEminimizer)

IMG_1579 (FILEminimizer)

Em Apo mergulhei duas vezes, a primeira em Cagon (onde fiz pela primeira vez uma entrada negativa – assim que se cai dentro de água começa-se logo a afundar e o encontro com os outros mergulhadores é feito no fundo. Este mergulho acabou por ser um drift dive tranquilo onde o maior destaque foi uma escola de jack fish); e a segunda em South Point, onde encontrei um extraordinário jardim de corais (do melhor que já observei, tanto em variedade como em riqueza de formas e cores) e vi múltiplas tartarugas e nuddiebranchs.

IMG_1166 (FILEminimizer)     IMG_1172 (FILEminimizer)

IMG_1587 (FILEminimizer)

No dia do aniversário de Julie, vi um bonito pôr do sol no antigo farol, na companhia de Nie, Janice e Arnold e daí podemos observar as bonitas cores do fim do dia e a visão em simultâneo das ilhas de Mindanao, Los Negros, Cebu; Siquijor e Bohol! 😀 E fizemos uma pequena mas agradável festa na praia, com direito a uns copitos, muita conversa, iluminação de lanternas, temperatura agradável, ao mesmo tempo que se via vários relâmpagos a rasgar o céu e uma tempestade a aproximar-se.

IMG_1581 (FILEminimizer)      IMG_1590 (FILEminimizer)

IMG_1596 (FILEminimizer)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s