Sabedoria de Viagem de Samuel Johnson II

A importância de ver mais com os próprios olhos

Ocorrerá muito prontamente que essa uniformidade da aridez proporciona muito pouco divertimento ao viajante; que é fácil estar em casa a imaginar rochas e mato, e quedas de água; e que essas jornadas são esforços inúteis que não impregnam a imaginação nem alargam o entendimento […] mas também é verdade que essas ideias são sempre incompletas e que pelo menos até as termos comparado com a realidade não as reconhecemos como justas. À medida que vemos mais coisas, tornamo-nos possuidores de mais certezas e consequentemente adquirimos mais princípios de raciocínio e descobrimos uma base mais ampla de analogia.

Samuel Johnson in, Journey to the Western Islands of Scotland

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s