Kaput em Kapit     

No dia seguinte parti com a Valentina para Kapit, uma cidade que fica a meio caminho entre Belaga e Sibu, e ai reencontrámos uma família que Valentina conhecera na sua rota para Belaga. Assim que desembarcámos fomos guardar as mochilas na receção de um pequeno hotel, que Valentina conhecia e depois fomos ao encontro deles. 🙂

Por coincidência nesse dia, estava a decorrer na cidade uma corrida de barcos rápidos e depois de encontrarmos parte da família e de comprarmos alguma comida, partimos para as margens do rio para fazer um piquenique e ver as corridas. 😉 Durante a tarde brincámos com e como crianças, aprendemos malaio, rimos, fumámos, comemos qualquer coisa e fomos bebendo uma bebida tradicional que as senhoras da família diziam ser fraquinhaaaaaaaaa…

PA040061 (FILEminimizer)

A partir de certo momento senti que estava a ficar “carregado” e a última coisa que me lembro dessa tarde foi de já estar preparado para embarcar. E depois? O vazio… o sonho… a escuridão! Quando acordei eram 3.30, não sabia onde é que estava e quando comecei a tomar consciência, pensava que estava em Portugal! Ao abrir os olhos, não reconheci o local, parecia uma sala e depois de ver a Valentina a dormir ao meu lado, percebi o que acontecera… Tinha apanhado uma “carga” descomunal e não me lembrava das últimas onze horas! Ora, bolas! Antes de voltar a adormecer apenas pensei: “espero não ter feito muitos estragos”… 😛

PA040067 (FILEminimizer)

No dia seguinte às 6.00 e enquanto bebia um chá, Valentina iluminou-me o espírito sobre o que tinha acontecido e pelos vistos não fiz nada de muito idiota! Ao que parece, consegui embarcar e desembarcar sozinho e sem cair ao rio 😛 ; no acesso à casa da família fui dizendo que não precisava de ajuda, mas acho que alguém me ajudou a subir a imensa escadaria; e já em casa deles, felizmente na varanda, comecei a vomitar e depois de o fazer durante um bocado, puseram-me a dormir… Pela descrição não foi demasiado mau! Mas, não me orgulho e gostaria de ter estado consciente para aproveitar a companhia desta alegre família. Bebida tradicional de Kapit? Kaput!

PA040084 (FILEminimizer)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s