Brunei Darussalam. 48 horas na Gaiola Dourada

Depois dos entediantes dias em Kota Kinabalu e a caminho do estado de Sarawak, fiz uma paragem de aproximadamente quarenta e oito horas num dos países mais pequenos do mundo e num dos mais ricos, Brunei Darussalam. Politicamente, o país é um sultanato islâmico e não se pode dizer que seja o país mais livre do mundo, porém em áreas como a segurança e o desenvolvimento económico é quase imbatível.

IMG_5124 (FILEminimizer)

A viagem entre Sabah e o Brunei foi feita de barco e na chegada e a caminho da capital, Bandar Seri Begawan (BSB) conheci um casal de espanhóis (Javier e Esther) que viviam e trabalhavam na ilha de Palawan nas Filipinas. A verdade é que acabámos por nos juntar e o tempo que passei no país ficará para sempre associado a este simpático casal. 🙂

IMG_5155 (FILEminimizer)

Os dois dias que estivemos no país foram dias cheios! 🙂 E ao visitar a capital, saboreámos, vimos e sentimos as suas diferentes facetas: as fabulosas e grandiosas mesquitas (Omar Ali Saifuddien e Jame´ Asr Hassamil Bolkiah); a deliciosa comida de rua; os encantadores piqueniques noturnos; as matinais e maquinais paradas da polícia; o educativo e interessante museu do país e o propagandista museu dos presentes reais.

     IMG_5160 (FILEminimizer)         IMG_5185 (FILEminimizer)

IMG_5236 (FILEminimizer)

Num dos dias, passeámos de barco no rio, Sungai Brunei e para além das panorâmicas sobre a cidade, visitámos o coração da antiga capital, o bairro de Kampung Ayer que está totalmente construído sobre a água (mesquitas, estações de bombeiros, escolas, museus, áreas residenciais e lixo infinito espalhado!); à distância, o absurdo e “obsceno” palácio da família real, Istana Nurul Iman (200.000 m2, 1788 quartos, 5 piscinas… :/ ); e ainda tivemos tempo para ver um manguezal, tentar caçar fotos de proboscis monkey e ver um pôr do sol maravilhoso e cheio de cor sobre a capital do Brunei, a gaiola dourada.

      IMG_5327 (FILEminimizer)        IMG_5378 (FILEminimizer)

IMG_5459 (FILEminimizer)

P.S. – O termo “gaiola dourada” vem do facto de os habitantes do país terem bastante dificuldade em sair livremente do mesmo. Desse modo vivem tal como os canários, uma vida confortável mas em “clausura”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s